Governo da Islândia reduz jornada para 4 dias por semana e aumenta produtividade

O governo da Islândia fez alguns testes sobre redução de jornada de trabalho semanal e o resultado foi de aumento de produtividade!

Reykjavík, Islândia - que adotou jornada semanal de 4 dias - Foto: Andreas Tille, via Wikimedia Commons
Reykjavík, Islândia foto da capital do país que adotou jornada semanal de 4 dias -
Foto: Andreas Tille, via Wikimedia Commons

A pesquisa e processo envolveu 1 % da população ativa do país Europeu (o que equivale a 2,5 mil trabalhadores)sem redução salarial.

Os índices de produtividade se mantiveram altos e ainda melhora o equilíbrio entre profissional e pessoal, aumento assim o empenho por parte dos funcionários. Um país que achou interessante a ideia e começou a avaliar a viabilidade é o Japão, campeão em jornadas longas e desgastantes ao extremo.

Esse novo "dia livre" também ajuda no estímulo ao consumo e melhora da economia visto que a população utilize desse dia para lazer e gastos.

Segundo os pesquisadores, foi um sucesso esmagador!

Os resultados dos testes mostram que a produtividade passou ser mais alta com a jornada de 4 dias por semana além de aumentar eficiência em suas funções, reorganizar o tempo de trabalho e melhorar a comunicação entre os departamentos. No pessoal também, os funcionários alegam estar mais felizes e menos estressados enquanto ocorreram os testes ao mesmo tempo que passaram a ter mais tempo para se exercitarem e socializarem.

Além da Islândia e do interesse do Japão, há também o teste pela Unilever da Nova Zelândia, e, de acordo com o The Guardian o governo espanhol aprovou em maio desse ano um piloto de 3 anos prometendo bônus de 50 milhões de euros para empresas que entrarem "na onda".

E aí, você acha que daria certo no Brasil? Conta aqui nos comentários

Postar um comentário